Palhaça Sola

Apropriando-se do estudo do palhaço Atua Cia Teatral concebe o espetáculo PALHAÇA SOLA, uma montagem que destaca no jogo clownesco a temática da solidão e o auto-abandono na busca desmedida por outro. Com tônica no universo feminino, a peça apresenta um roteiro original, regado a narrações em grammelot e manipulações de objetos, evidenciando o sublime, o grotesco e o clássico das cenas de palhaço. Um trabalho que visa difundir a excêntrica figura do palhaç@ e contribuir com a formação de público nas artes cênicas/circenses.

Palhaça Sola é uma peça clown dirigida por Adriana Scannavez e interpretada pela atriz Cinthia Vendruscolo que dá vida à palhaça Piolinha. Nesta montagem Atua Cia Teatral utiliza a linguagem do palhaço de modo a envolve-la numa dramaturgia em que o circo e o teatro se complementam, tendo por intenção contribuir com a reverberação de temáticas que fazem parte de discussões contemporâneas. Com duração de 45 minutos, o espetáculo oferece singela comunhão com o público juvenil e adulto.

Sinopse do espetáculo

Uma palhaça despejada que não sabe onde nem tampouco como recomeçar. Tendo a solidão como cúmplice, inicia a construção da sua nova casa e durante essa tentativa encontra uma revista com preciosa chamada: “Como arranjar um companheiro em três passos”. Atraída pela possibilidade rápida e prática de encontrar alguém, se lança com afinco na orientação da revista, mas talvez a praticidade oferecida pode não ser tão certeira.

Ficha Técnica

Concepção: Manu Pestana

Direção: Adriana Scannavez

Atuação: Cinthia Vendruscolo

Técnico de luz: Adriana Scannavez

Operação de som: Hezrom Lazarini

Figurino: Zezé Cherubini

Fotografia: Sté Frateschi

Classificação: Livre

Indicação: 12 anos

Duração: 47 minutos

Produção Executiva: Adriana Scannavez

Palhaça_Sola_Capa.jpg